jueves, 30 de abril de 2009

para avolio


as aves altas batem asas na noite que chegou há horas
escuto
escuto
as asas largas do amor revolvendo no pisca da luz
sou eu
sou eu
as horas largas do amor correm no chão da casa
é você
é você
as outras casas do amor revoam em turnos
somos nós
somos nós
as aves altas de asas que batem a hora
agora

1 comentario:

Cínthya Verri dijo...

uau
nasceu para ser cantada
faremos
beijo
sis, te amo